Todos os anúncios da Communify Marketplace são classificados em 28 tópicos que tentam atender a todas as necessidades sociais e materiais de indivíduos e comunidades em um determinado território.

Podemos associar as nossas publicações na plataforma a um ou mais destes 28 tópicos.

Pesquisar por tópico é o filtro mais eficaz para encontrar a informação que queremos no Communify Marketplace.

Se formarmos uma poderosa comunidade de usuários, poderemos acessar rapidamente as ofertas e iniciativas transformadoras que existem em nosso território e que melhor se adaptam aos nossos interesses e habilidades, e nos conectar com outros ambientes para descobrir novas possibilidades que reforcem ou aumentem nossas capacidades.

O objetivo da Communify é facilitar o acesso a todas as opções que podem ser articuladas a partir dos territórios locais para construir uma economia não financiada (real), desconcentrada (distribuída), local, participativa (demercantilizada) e regenerativa (não-extrativa).

Communify Maketplace é um espaço que permitirá que nossas escolhas diárias de consumo e participação tenham um impacto significativo na mudança do mundo.

Lá se vai o 28:

  1. Alimentaçäo. Ofertas de alimentos locais e sazonais, distribuídos em curtos circuitos de comercialização, produzidos por pequenos agricultores, pecuaristas e pescadores locais com métodos sustentáveis que preservam a diversidade biológica e comercializados a preços justos para garantir uma renda digna aos produtores e alimentos saudáveis aos consumidores; e anúncios que promovem iniciativas comunitárias que permitem a colaboração entre consumidores e produtores, como grupos de consumidores.
  2. Mobilidade. Ofertas de mobilidade partilhada que incentivem a recuperação do espaço público para as pessoas, facilitem a relação e o contacto entre vizinhos e promovam modos de mobilidade sustentáveis que garantam o direito à mobilidade sem afectar negativamente a qualidade do ar e a saúde.
  3. Cultura. Anúncios para tornar visível e facilitar o acesso ao talento local, promover a colaboração entre agentes culturais e a possibilidade de criar circuitos culturais cidadãos, aumentar as oportunidades de renda para artistas e artesãos, promover a proteção e a segurança no trabalho dos artistas, facilitar o acesso de todos à cultura e a conexão com experiências culturais de outros territórios.
  4. Turismo. Anúncios que facilitem o acesso a ofertas que garantam que os benefícios da atividade turística revertam e sejam distribuídos equitativamente no território, gerando empregos de qualidade com salários dignos para os trabalhadores e fazendo uso responsável dos recursos disponíveis; e, anúncios que promovam o contato e a troca de experiências entre moradores e turistas. 
  5. Educação. Anúncios para tornar visível e facilitar o acesso a iniciativas educacionais que levam a educação para fora da sala de aula e aproximar o conhecimento dos cidadãos, que integram diferentes gerações, que enfrentam posições do conhecimento prévio e contextualização dos temas tratados, que incentivam um uso responsável das tecnologias como uma ferramenta educacional, para compartilhar conhecimento e aprendizagem colaborativa, que nos permitem participar ativamente nos assuntos públicos.
  6. Tempo livre/Desportos. Anúncios para facilitar a procura de pessoas que partilhem passatempos e interesses e para facilitar as possibilidades de relacionamento e colaboração, a formação de grupos e o desenvolvimento de actividades; para melhorar o conhecimento das possibilidades oferecidas pelo território para desfrutar do tempo livre e promover o contacto e as relações sociais; para dar visibilidade a passatempos e actividades desportivas mais ou menos minoritárias e promover a sua prática; e, anúncios para divulgar espaços e recursos e sua disponibilidade, adequados à prática de actividades desportivas e de lazer e para contribuir para tornar a sua utilização mais intensiva incentivar a vida nos bairros.
  7. Empreendedorismo. Anúncios para tornar visível e facilitar o acesso aos recursos e serviços oferecidos pelo ecossistema empreendedor do território, para divulgar projetos empresariais e facilitar sua validação e financiamento, promover o empreendedorismo social e coletivo e conectar-se com o ecossistema empreendedor de outros territórios.
  8. Formação/Aprendizagem. Anúncios que facilitem o acesso às oportunidades de formação e aprendizagem oferecidas pelo território, a possibilidade de compartilhar conhecimentos e cooperar com outros especialistas e estudantes, e aprender sobre experiências inspiradoras de formação aplicadas em outros territórios.
  9. Segunda mão/uso temporário. Ofertas de bens em segunda mão e acesso ao uso temporário de bens subutilizados através de iniciativas comunitárias, tais como bibliotecas de ferramentas, para facilitar a redução do consumo e do desperdício.
  10. Entre vizinhos. Anúncios que facilitem a colaboração entre vizinhos através da prestação de serviços locais e do intercâmbio de bens; anúncios que tornem visível e facilitem o acesso a iniciativas e plataformas de colaboração destinadas a reforçar os laços comunitários e a animar a vida nos bairros, incentivando a colaboração e os encontros entre vizinhos.
  11. Espaços/Habitação. Anúncios que facilitam o uso compartilhado de moradias e espaços subutilizados, evitando a concentração da oferta, e anúncios que promovem iniciativas comunitárias para desmercantilizar moradias, como as cooperativas em cessão de uso (iniciativas de coabitação). 
  12. Urbanismo/Desenho cívico. Anúncios que facilitam a participação dos cidadãos em processos de co-design de espaços públicos, em processos de mapeamento de vazios urbanos e recursos comunitários, em processos de aplicação de tecnologias (cidades inteligentes) como solução para problemas urbanos e, em geral, anúncios que promovem o urbanismo participativo que escuta os cidadãos.
  13. Cuidados/saúde. Anúncios que facilitem a aproximação do cuidado ao meio ambiente das pessoas que dele necessitam, que garantam salários e condições de trabalho dignas para os cuidadores, que reforcem as cadeias territoriais de apoio mútuo, que facilitem as reuniões intergeracionais, que promovam iniciativas comunitárias de prevenção e promoção da saúde e anúncios de iniciativas que estimulem a solidariedade e o apoio mútuo, como os bancos de tempo.
  14. Serviços freelance. Anúncios para aumentar a visibilidade e facilitar a contratação de serviços profissionais locais e aprender sobre iniciativas que oferecem alternativas para proteger os direitos dos motociclistas e outros trabalhadores da plataforma colaborativa.
  15. Participação cidadã. Anúncios para tornar visível e facilitar o acesso aos processos participativos que se desenvolvem no território, melhorar o conhecimento dos instrumentos de participação disponíveis no território e promover iniciativas que estimulem a participação nos assuntos públicos.
  16. Soberania digital. Anúncios de iniciativas que promovem que os dados gerados por nossa atividade nas redes não sejam utilizados sem nosso consentimento e somente para os fins que expressamente autorizamos, que promovam conhecimento sobre o funcionamento e uso responsável das tecnologias, que nos permitam influenciar quais necessidades tecnológicas consideramos prioritárias como sociedade, que procurem evitar monopólios tecnológicos ou políticas que visem acabar com a neutralidade da rede.
  17. Voluntariado. Anúncios que facilitem o conhecimento das entidades que promovem o voluntariado e o acesso às oportunidades de voluntariado oferecidas pelo território que melhor corresponda às nossas aptidões e interesses.
  18. Ambiente e território. Anúncios de iniciativas e ofertas destinadas a contribuir para a redução dos efeitos das alterações climáticas e da poluição atmosférica e para a protecção, conservação e custódia do território.
  19. Igualdade/Diversidade. Anúncios para dar visibilidade e fazer contato e participar de iniciativas que mostrem os problemas e necessidades de grupos que lutam contra a desigualdade ou discriminação de gênero, orientação sexual, raça ou origem.
  20. Alternativas económicas. Anúncios que tornam visíveis e facilitam o acesso a entidades, coletivos e experiências do território que se baseiam em marcos conceituais muito distantes da economia convencional, como os da economia social e solidária, da economia dos bens comuns ou da economia feminista e do cuidado.
  21. Comércio local. Anúncios para aumentar a visibilidade e facilitar o acesso a negócios locais que garantam a sua viabilidade como animadores da vida do bairro e como parte fundamental do seu tecido social e económico; anúncios para atrair novos clientes, locais e turistas para as empresas, e para fidelizar os existentes através da utilização da moeda complementar da NEXOS, quer como ferramenta de desconto, quer para emitir cupões ou desenvolver campanhas; anúncios para incentivar o desenvolvimento de iniciativas que favoreçam o apoio mútuo entre lojistas e vizinhos; anúncios para facilitar o conhecimento da ajuda pública e dos recursos que as administrações colocam à disposição dos lojistas; e anúncios para informar e facilitar o acesso às várias oportunidades de formação disponíveis para os lojistas.
  22. Finanças. Anúncios para tornar visível e facilitar o acesso às oportunidades de financiamento coletivo e ético oferecidas pelo território e para promover o uso de moedas sociais e complementares que proporcionem rendimentos complementares aos cidadãos, que permitam estimular intercâmbios em áreas que beneficiem a comunidade e fortaleçam as economias locais.
  23. Produção digital. Anúncios que visibilizam e facilitam o acesso às práticas de produção de P2P e distribuídos através de espaços e comunidades de práticas como fablabs, makerspaces ou hackerspaces.
  24. Economia circular. Anúncios para tornar visíveis e facilitar o acesso às práticas de economia circular que se desenvolvem no território e que promovem a reformulação do desenho do produto, levando em conta o destino futuro dos componentes, reparo, reutilização e reciclagem e evitando a obsolescência programada; e, anúncios de ofertas de produtos e serviços associados a essas práticas.
  25. Moda sustentável. Anúncios para aumentar a visibilidade e facilitar o acesso a ofertas locais de moda sustentável que procuram reduzir os impactos da indústria da moda no ambiente, que produzem localmente com condições de trabalho justas para os trabalhadores, que promovem a reciclagem e reutilização de tecidos e, face à moda rápida, a redução do consumo e o aumento da duração e qualidade das produções.
  26. Energia. Anúncios de organizações, iniciativas e ofertas que facilitem a transição para um modelo de energia distribuída através da promoção do autoconsumo, compras coletivas de instalações e investimentos coletivos em energias renováveis, iniciativas de poupança e eficiência energética ou cooperativas de consumo de energia.
  27. Ciência. Anúncios de iniciativas e práticas que procuram aproximar a ciência dos cidadãos, que defendem a publicação aberta de artigos científicos gerados a partir de investigação financiada com dinheiros públicos e que promovem a colaboração activa dos cidadãos em actividades de investigação científica com o seu esforço intelectual ou dando apoio ao conhecimento com as suas ferramentas ou recursos.
  28. Jornalismo cidadão. Anúncios para tornar visíveis e facilitar o acesso a iniciativas como rádios comunitárias, televisões e jornais locais e, em geral, a meios de expressão e comunicação que procuram dar voz a grupos que normalmente não têm uma e que constroem agendas informativas que tentam aproximar-se dos problemas reais dos cidadãos; anúncios de ofertas de formação e oficinas práticas para promover este tipo de experiências comunitárias. 
É possível que tenhamos deixado de fora alguns tópicos e que no futuro tenhamos de reescrever esta entrada e alterar o seu título. Isso dependerá da rota do Mercado e da nossa capacidade de detectar e integrar todas as experiências que contribuem para mudar o mundo a partir do nível local.
All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OK